Ler a Bíblia

Contributo de Nicoletta Crosti

Os visitantes do site poderão usufruir da oportunidade de realização de um estudo pessoal (...) tendo a Bíblia à mão, para efectuar uma leitura completa do texto bíblico em questão. (...)

As interpretações bíblicas apresentadas são oficialmente aceites pela Igreja e pela maior parte dos exegetas.

Mais...

LogoCCC g

A Igreja ao serviço da Ecologia Integral

Fazemos parte desta Rede
Venha Conhecer!

Profetas para o nosso tempo

profetasG
Consultar

Escrito do Mês

papa francisco

Ao encontro da essência do ser humano

Manuela Silva

Os momentos de crise, de mudança, de transformação não só das relações sociais, mas antes de tudo da pessoa e da sua identidade mais profunda, reclamam, inevitavelmente, a reflexão sobre a interioridade, sobre a essência íntima do ser humano.- Papa Francisco

Mais tarde ou mais cedo todos somos confrontados com perguntas de abismo sem fundo. Porque é que há algo e não nada? Qual é o sentido da minha vida, da existência de tudo? Qual é o fundamento último do que há? O seu sentido último?
É com estas palavras que Anselmo Borges começa a apresentação do seu livro intitulado Francisco. Desafios à Igreja e ao Mundo, recentemente publicado pela editora Gradiva. Escolho-as para início deste meu primeiro escrito de um novo ano e deixo um convite à leitura deste livro.
É oportuno relembrar e dar centralidade às perguntas que, sendo de sempre, porque constitutivas do ser humano, ganham relevância em momentos especiais, que levam a marca dos começos: uma nova relação, um novo trabalho, uma nova morada, etc. O começo de um novo ano civil pode bem ser um bom pretexto para um momento de interioridade, aberto à escuta do nosso interior e às suas perguntas essenciais.
Dizer que 2018 é apenas o virar de página de um calendário é subestimar o valor do simbólico, esquecer ou abafar o convite que o começo de um novo ano nos faz a que revisitemos o sentido profundo de existirmos, incluindo, porque inseparável do nosso existir, a sua dimensão relacional com as coisas, os outros, o planeta, a transcendência nos seus muitos nomes. (...)

 Mais...

Fundação Betânia

logótipo - Fundação Betânia

A Fundação Betânia foi criada por escritura pública em 29 Outubro 1990.

A Fundação propõe-se os seguintes fins:
Suscitar a procura de novos alicerces culturais e espirituais, que conduzam à realização harmoniosa do ser humano, na sua globalidade, e abram caminhos a modos de vida e a relações sociais orientadas segundo o Primado do Amor.
Criar espaços de beleza, de silêncio, de interioridade e de comunhão, que incentivem o encontro mais fundo de cada pessoa consigo própria, com os outros, com natureza e com o Absoluto.
Catalisar formas de vivenciar e de testemunhar estilos de vida fraterna, inspirados pela primazia do Ser, a simplicidade, a gratuidade, a disponibilidade e uma atitude contemplativa activa na fidelidade ao Amor.

Mais...

Agenda

2018

Janeiro
Cristo Menas Bauit Egipto secVI