Leituras - Ano A

Reflexões de Luciano Manicardi

mateus homem arcabas

III Domingo da Páscoa ler mais

Consultar todas as Reflexõesyellowup

Agenda Liturgica marca ouro 02

Ler a Bíblia

Contributo de Nicoletta Crosti

Os visitantes do site poderão usufruir da oportunidade de realização de um estudo pessoal (...) tendo a Bíblia à mão, para efectuar uma leitura completa do texto bíblico em questão. (...)

As interpretações bíblicas apresentadas são oficialmente aceites pela Igreja e pela maior parte dos exegetas.

Mais...

 

 

Escrito do Mês

papa francisco riso

Prolongar a alegria pascal

Manuela Silva

Deixemos que o espanto alegre do Domingo de Páscoa irradie nos pensamentos, nos olhares, nas atitudes, nos gestos e nas palavras.
- Papa Francisco, 2017

Uma das pobrezas do nosso tempo é o défice de atenção que dedicamos à duração das coisas, dos acontecimentos, dos sentimentos, dos aniversários, dos encontros, etc. Passamos, sem transição, de uma situação a outra, sem que tenhamos, sequer, recolhido os frutos da primeira, seja no caso do sofrimento seja da alegria. Corremos, assim, o grande risco de ver grassar uma apatia generalizada, uma indiferença doentia, uma alienação redutora face à Vida. Ao invés, a liturgia cristã constitui um bom antídoto para este mal social, na medida em que privilegia o tempo longo das celebrações, o antes e o depois.
A alegria pascal, por exemplo, permeia toda a liturgia durante cinquentas dias a seguir à Páscoa, convidando os cristãos a viver nos seus quotidianos a alegria que decorre da fé no Ressuscitado e no seguimento do seu testemunho. Lembram-se acontecimentos passados, mas, sobretudo, procura-se iluminar os desafios do presente com o fogo novo do Espírito, sempre actuante na vida de cada pessoa e da sociedade.
Como prolongar a alegria da Páscoa, se temos, hoje, muitas razões para temer o presente e o futuro próximo? (...)

Mais...

Fundação Betânia

logótipo - Fundação Betânia

A Fundação Betânia foi criada por escritura pública em 29 Outubro 1990.

A Fundação propõe-se os seguintes fins:
Suscitar a procura de novos alicerces culturais e espirituais, que conduzam à realização harmoniosa do ser humano, na sua globalidade, e abram caminhos a modos de vida e a relações sociais orientadas segundo o Primado do Amor.
Criar espaços de beleza, de silêncio, de interioridade e de comunhão, que incentivem o encontro mais fundo de cada pessoa consigo própria, com os outros, com natureza e com o Absoluto.
Catalisar formas de vivenciar e de testemunhar estilos de vida fraterna, inspirados pela primazia do Ser, a simplicidade, a gratuidade, a disponibilidade e uma atitude contemplativa activa na fidelidade ao Amor.

Mais...

 

Agenda

2017

Cristo Menas Bauit Egipto secVI 
06 Maio  
ENCONTRO  com  Dimas de Almeida

MARTINHO LUTERO

E A SUA REFORMA

luterotb
  Ver Programa e Inscrção

27 | 28 Maio

CURSO

com Emma Ocaña

DO MEDO QUE PARALISA

AO MEDO QUE DESPERTA

medo 
Ver Programa e Inscrção