Ler a Bíblia

Nicoletta Crosti

Contributo de Nicoletta Crosti

Os visitantes do site poderão usufruir da oportunidade de realização de um estudo pessoal (...) tendo a Bíblia à mão, para efectuar uma leitura completa do texto bíblico em questão. (...)

As interpretações bíblicas apresentadas são oficialmente aceites pela Igreja e pela maior parte dos exegetas.

Mais...

Profetas para o nosso tempo

profetasG
Consultar

Escrito do Mês

la gente pobre Jazmin Ruiz 2015

Escutar. Responder. Libertar.

Manuela Silva

Este pobre clama e o Senhor o escuta (Sal 34, 7). Façamos também nossas estas palavras do Salmista, quando nos vemos confrontados com as mais variadas condições de sofrimento e marginalização em que vivem tantos irmãos e irmãs, que nos habituamos a designar com o termo genérico de “pobres”.  (Papa Francisco)

É com estas palavras que o Papa Francisco começa a sua Mensagem para a celebração do dia Mundial dos pobres de 2018. Retomo-as, no início do novo ciclo litúrgico, como inspiração para este tempo de advento e da quadra natalícia que se avizinha.

Mergulhados e imbuídos, que estamos, na cultura dominante, corremos o risco de pôr entre parêntesis critérios evangélicos e ceder à tentação das propostas que todos os dias nos chegam pelos media e pelo marketing e fazer desta época o ápice do consumismo e do negócio, esquecendo os mais frágeis e descurando impactos sobre o cuidado a ter com a nossa casa comum.
Uma redobrada atenção aos mais pobres pode servir-nos de antídoto ao consumismo, ao desperdício e à cultura do descarte e abrir a nossa mente e o nosso coração aos valores da inclusão, da solidariedade e da fraternidade, em consonância com o evangelho.
Na mensagem de Francisco, encontramos, em espelho com a tradição bíblica, aquilo que deve ser a relação dos crentes com os mais frágeis e marginalizados, incluindo o Planeta em que habitamos.
Francisco destaca três verbos que exprimem a relação do pobre com Deus. São palavras-chave que devemos ter em conta: escutar, responder, libertar.  (...)  

Mais...

logótipo - Fundação Betânia

A Fundação Betânia foi criada por escritura pública em 29 Outubro 1990. 

A Fundação propõe-se os seguintes fins:

Suscitar a procura de novos alicerces culturais e espirituais, que conduzam à realização harmoniosa do ser humano, na sua globalidade, e abram caminhos a modos de vida e a relações sociais orientadas segundo o Primado do Amor.

Criar espaços de beleza, de silêncio, de interioridade e de comunhão, que incentivem o encontro mais fundo de cada pessoa consigo própria, com os outros, com natureza e com o Absoluto.

Catalisar formas de vivenciar e de testemunhar estilos de vida fraterna, inspirados pela primazia do Ser, a simplicidade, a gratuidade, a disponibilidade e uma atitude contemplativa activa na fidelidade ao Amor. 

Mais...

 
 
 Natal 2018
acender no coração de todos o calor e a ternura do Natal Adoration des Bergers Bernadette Lopez

A quem nos visita

desejamos um  Santo Natal!

 

 

LogoCCC g
Fazemos esta Rede
Ver novidades aqui!
   
 
Cadernos
de Betânia
Uma urgência antropológica:
reencontrar a dimensão
contemplativa da vida
Luciano Manicardi
 Caderno 32 |»| Consultar